ES lança programa de parcerias com startups com a participação do Prodest

Ter mais agilidade e eficiência para solucionar os desafios da gestão pública e oferecer melhores serviços para o cidadão são os objetivos do Pitch Gov.ES – programa do Governo do Estado do Espírito Santo, coordenado pela Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger). A iniciativa convidará startups de todo o Brasil para contribuírem com métodos, experiências e ferramentas tecnológicas.
As regras do programa estão no decreto publicado no Diário Oficial da úlitma terça-feira (02). O Pitch Gov.ES atuará em áreas consideradas estratégicas, como Saúde; Educação; Infraestrutura e Mobilidade Urbana; Impacto Social e Cultura; Desenvolvimento Econômico Sustentável; Segurança Pública; e Gestão Pública.
O núcleo gestor do Pitch Gov.ES é formado pela Seger, pela Secretaria Estado de Governo (SEG), pela Fundação de Amparo à Pesquisa e pelo Instituto de Tecnologia da Informação e Comunicação do Estado do Espírito (Prodest).
Inicialmente, foram elaborados pelos órgãos estaduais, com a participação do Laboratório de Inovação na Gestão (Labges), propostas para serem desenvolvidas pelo programa. As 50 melhores farão parte de um edital de chamamento público, previsto para agosto deste ano. Assim, as startups terão acesso ao conteúdo e poderão inscrever as propostas de solução.
Avaliação
Depois do chamamento público, as propostas serão inscritas para avaliação por uma banca que fará a curadoria. As soluções escolhidas serão testadas e acompanhadas pelo órgão correspondente e pelo Labges. As startups receberão recurso financeiro da Fapes para apoio ao desenvolvimento da proposta.
“Esse programa é fundamental para termos uma gestão pública mais inovadora. Essa iniciativa já está sendo executada em São Paulo e tem apresentado bons resultados. Por isso, estou muito otimista com as parcerias que teremos com as startups futuramente”, afirmou o presidente do Prodest, Tasso Lugon.
O Pitch Gov.ES não prevê contratação obrigatória da startup. Essa decisão fica a cargo de cada órgão, mediante interesse.

Texto: Eric Lopes Menequini.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.