Café e borracha terão custos de produção atualizados no ES

O acompanhamento do café será feito entre os dias 30 e 31 de julho, nas cidades de Colatina e Castelo. Foto: Reprodução.

Nesta semana, técnicos da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) promoverão painéis em municípios do Espírito Santo com o objetivo de atualizar os custos de produção do café conilon e da borracha. O acompanhamento do café será feito entre os dias 30 e 31 de julho, nas cidades de Colatina e Castelo, que antes não participavam dessa agenda de atualização.

O painel realizado em Colatina abrangerá informações de municípios próximos como Marilândia, Baixo Guandu, Itaguaçu e Pancas. Já em Castelo haverá o fornecimento de dados de Conceição dos Castelo, Cachoeiro de Itapemirim, Alegre, Jerônimo Monteiro, Atílio Vivacqua e Muqui.

A inclusão de Colatina e Castelo na agenda é para garantir melhor representatividade dos custos de produção do estado, obtendo valores ainda mais aproximados dos insumos utilizados na cultura do café.

Foto: Incaper/ES.

Borracha – No dia 2 de agosto, será a vez da cidade de Vitória, que receberá um painel voltado para a produção da borracha. O objetivo é a atualização do pacote tecnológico e dos custos de produção já existentes, feita aproximadamente de três em três anos. Nesta etapa também participam os municípios de Serra, Atílio Vivacqua, São Matheus, Sooretama, Aracruz, Guarapari, Linhares, Viana, São Gabriel da Palha, Pinheiros, Rio Novo do Sul, Mimoso do Sul, Boa Esperança, Apiacá, Linhares, São Mateus e Jaguaré.

A pesquisa contará com a participação de produtores, representantes de cooperativas, técnicos do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper) e representantes das secretarias de agricultura municipais.

O levantamento dos custos de produção realizado pela Conab serve de base para a definição de políticas públicas, entre elas a Política de Garantia de Preços Mínimos (PGPM), instrumento utilizado pelo governo federal nas ações de fortalecimento da agricultura.

Com informações da Conab.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.