MPES recomenda novas diretrizes para Guardas Municipais no Estado

O MPES explica, na recomendação, que é necessária a adoção de novas práticas. Foto: Reprodução.

Com o objetivo de renovar a integração das Guardas Municipais com as comunidades, o Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio do Núcleo de Controle Externo da Atividade Policial (NCAP), recomendou a prefeitos e secretários de 13 municípios do Estado novas diretrizes aos serviços de segurança pública. As orientações incluem a prevenção da criminalidade, o desenvolvimento da cidadania e a promoção da segurança em escolas, unidades de saúde e outros bens públicos municipais.

A notificação recomendatória foi encaminhada aos municípios de Vitória, Vila Velha, Serra, Cariacica, Colatina, Linhares, São Mateus, Conceição do Castelo, Cachoeiro de Itapemirim, Marataízes, Itapemirim, Anchieta e Presidente Kennedy.

De acordo com a recomendação os municípios deverão desenvolver ações preventivas primárias; atendimento, análise e encaminhamento de ocorrências; presença física em eventos festivos e educativos. Além disso, também há orientações para o patrulhamento das Guardas Municipais, a promoção de palestras, reuniões, campanhas de divulgação e incentivos a integrações de segurança pública.

O crescimento da criminalidade é, atualmente, um dos principais problemas no cenário social. Dessa forma, o MPES explica, na recomendação, que é necessária a adoção de novas práticas e olhares, a fim de contribuir com um aumento na segurança dos cidadãos que tem a qualidade de vida e o convívio ameaçados.

Com informações do MPES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.