Deputados capixabas aprovam política voltada para agricultura de precisão

O projeto segue para análise do Executivo. Foto: Lucas Silva.

O Plenário da Assembleia Legislativa do Estado do Espírito Santo (Ales) aprovou, nesta quarta-feira (23), o Projeto de Lei (PL) 560/2019, que institui a Política Estadual de Incentivo à Agricultura de Precisão. De iniciativa do deputado Luciano Machado (PV), a matéria prevê um sistema de gerenciamento agrícola para reduzir o desperdício e os custos de produção, garantir a sustentabilidade ambiental e aumentar a produtividade.

O PL estabelece algumas diretrizes como o apoio à inovação agronômica, visando à redução e à substituição do uso de agrotóxicos; o desenvolvimento tecnológico e sua difusão entre pequenos e médios produtores; e a ampliação da rede de pesquisa com foco na redução dos custos de produção.

Para o autor da matéria, é imprescindível disponibilizar aos produtores rurais medidas de incentivo às novas tecnologias para adaptar a agricultura às mudanças climáticas e às limitações ambientais. “É preciso soluções técnicas de baixo custo, colheitas programáveis, variedades de plantas resistentes à seca, índices de produtividade previsíveis e estoques administráveis e seguros”, defendeu. 

A matéria tramitava em regime de urgência e aguardava os pareceres das comissões de Agricultura e Finanças. O projeto segue para análise do Executivo. 

Por Titina Cardoso | Ales.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.