ArcelorMittal Tubarão apresenta projeto de dessalinização no Espírito Santo

Reunião da Comissão de Meio Ambiente será nesta quarta-feira, às 12h10. Foto: Ellen Campanharo.

Cerca de R$ 50 milhões serão investidos pela ArcelorMittal Tubarão no desenvolvimento de um projeto de dessalinização no Espírito Santo. O gerente de Meio Ambiente da metalúrgica, Bernardo Enne Correia da Silva, estará na Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (30), às 12h10, para apresentar o projeto aos deputados da Comissão de Meio Ambiente. Trata-se de uma planta de tratamento de água do mar em grande escala, que vai contribuir para maior segurança hídrica no Estado, especialmente diante de eventuais cenários de escassez hídrica no futuro.

O projeto acabou de receber o prêmio “Projeto Inovador” durante o Congresso International Desalination Association (IDA), principal evento mundial de dessalinização e tratamento avançado do mundo, realizado dos dias 20 a 24 deste mês, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. 

Segundo o Diretor da IDA para a América Latina e Caribe, Alejandro Sturniolo, “o projeto é pioneiro em sua configuração, escala, qualidade da água produzida e seu destino, que atenderá à indústria siderúrgica, liberando as fontes de água potável locais, beneficiando a população local, sem impacto ambiental”.

As obras da planta deverão ser iniciadas ainda este ano e devem ser concluídas até 2021. Depois de pronta, a unidade produzirá até 500 metros cúbicos por hora de água industrial para o sistema de água da ArcelorMittal Tubarão. 

A Comissão de Meio Ambiente é presidida pelo deputado Dr. Rafael Favatto (Patri). Os deputados Marcos Garcia (PV), Gandini (Cidadania) e Iriny Lopes (PT) são membros efetivos. A reunião acontece no Plenário Rui Barbosa, às 12h10 de quarta-feira.

Por Luciana Wernersbach, com informações da ArcelorMittal.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.