Contarato lamenta impunidade quatro anos após rompimento de barragem em Mariana (MG)

O rompimento da Barragem de Fundão, em Mariana (MG), completou no dia 5 de novembro quatro anos sem punição para os responsáveis pelo desastre, como destaca o senador Fabiano Contarato (Rede-ES), que é presidente da Comissão de Meio Ambiente (CMA) do Senado. Com saldo de 19 mortos e prejuízos incalculáveis para mais de 300 famílias, os rejeitos de mineração da Empresa Samarco contaminaram o Rio Doce e se espalharam por 600 quilômetros de extensão. As informações com a repórter Raquel Teixeira, da Rádio Senado.

Fonte: Agência Senado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.