Projeto Remição pela Leitura encerra atividades em São Mateus

O Projeto Remição pela Leitura tem como propósito principal incentivar a leitura como elemento facilitador de tomada de consciência de pessoas privadas de liberdade. Foto: Sejus.

A Penitenciária Regional de São Mateus (PRSM), no norte do Estado, encerrou no início desta semana mais uma turma do projeto Remição pela Leitura. Cerca de 60 reeducandos participaram das ações de incentivo à leitura. O projeto conta com a parceria da Faculdade Multivix.

Os internos que participaram do projeto, além de adquirir conhecimento, também desenvolveram interação e senso crítico. Cinco livros foram usados no projeto, entre eles obras de autores renomados da literatura brasileira como: Capitães de Areia, de Jorge Amado; Vidas Secas, de Graciliano Ramos; Cortiço, de Aluísio Azevedo; e Memórias Póstumas de Brás Cubas e Dom Casmurro, de Machado de Assis. Ao final da leitura, os internos produziram uma resenha a respeito do conteúdo lido e tiveram que alcançar uma nota final de 3.0 a  5.0 pontos.

“Desenvolver o projeto Remição pela Leitura é emocionante, pois me sinto realizada em contribuir com o desenvolvimento intelectual e social de cada reeducando. Vemos o desejo de mudança dos participantes a cada resenha escrita e a cada roda de conversa. Certamente, o início da reescrita significa um novo capítulo na vida de cada um deles”, diz a pedagoga Rozilene da Cruz Ferrugini.

“O projeto está sendo desenvolvido por internos que já concluíram o Ensino Médio, o que os auxilia também na prova do Enem, uma vez que as resenhas dos livros lidos pelos participantes contribuem para o desenvolvimento da leitura, escrita e interpretação”, ressalta o diretor-adjunto da unidade prisional, Gilmar Rodrigues.

Para o interno Oscar Moreira Cordeiro participar da iniciativa foi um grande privilégio. “Quem lê se expressa melhor. A leitura abre portas e traz um novo mundo de oportunidades que nos aguarda no futuro. Para mim, foi um privilégio participar do projeto”, afirma.

Sobre o projeto

O Projeto Remição pela Leitura tem como propósito principal incentivar a leitura como elemento facilitador de tomada de consciência de pessoas privadas de liberdade. O objetivo é melhorar as suas condições de regresso à sociedade. Os reeducandos também têm a oportunidade de reduzir a pena por meio da leitura. Durante os trabalhos, a escrita é desenvolvida como forma criativa de expressão, além de orientar quanto à produção de resenha crítica.

Por Sandra Dalton e Karla Secatto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.