Campanha dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres começa nesta segunda-feira (25)

O objetivo do movimento, que é nacional, é dar maior visibilidade ao enfrentamento da violência contra a mulher.

Tem início nesta segunda-feira (25) a programação do Governo do Estado para os “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres”. A campanha é promovida pela Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) por meio da Subsecretaria de Políticas para as Mulheres.

O objetivo do movimento, que é nacional e conta com ações de promoção e prevenção em todo o país, é dar maior visibilidade ao enfrentamento da violência contra a mulher.

As atividades têm início com o lançamento da segunda versão do Pacto Estadual pelo Enfrentamento à Violência contra as Mulheres, que será disponibilizado no site da SEDH.

O documento é fruto de um trabalho realizado pela Câmara Técnica do Pacto, coordenado pela SEDH e desenvolvido em parceria com prefeituras, secretarias de Estados e órgãos públicos. “Juntamente com o Plano Estadual de Políticas para as Mulheres, institucionalizado em agosto deste ano, o Pacto é um documento orientador para a elaboração das políticas públicas voltadas para as mulheres no nosso Estado. Ele foi elaborado pela primeira vez em 2011 e, nesta gestão, estamos entregando um documento atualizado, fundamentado no atual cenário de constantes violações dos direitos das mulheres”, explicou a secretária de Estado Direitos Humanos, Nara Borgo.

Ao longo do mês, a SEDH realizará diversas atividades, como Cinedebate com servidores e servidoras; o projeto “Nem tão doce lar”, em parceria com o Ministério Público do Espírito Santo, que fará intervenções em uma escola na Serra e no Terminal de Laranjeiras; ações com as meninas em medida socioeducativa; atividade com mulheres em situação de rua e com colabores do ArcelorMittal Tubarão;

Além destas, na quinta-feira (28) acontece o evento “Gestão das Cidades”, uma solenidade de adesão ao Pacto Estadual realizado em parceria com a Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), no Centro de Convenções de Vila Velha.

A programação se estende até o dia 09 de dezembro. Segundo a subsecretária de Políticas para as Mulheres da SEDH, Juliane Barroso, as atividades foram definidas com o objetivo principal de mobilizar as pessoas sobre a importância de debater o tema para enfrentá-lo e estimular a denúncia os casos de violência.

“A violência contra as mulheres tragicamente é democrática. Ela atinge todas as classes, gerações, raças e etnias. As marcas nem sempre são visíveis e, por vezes, são naturalizadas. Em caso de qualquer tipo de violência, as mulheres não devem ficar em silêncio e devem procurar ajuda. As denúncias servem para romper o ciclo de violência que muitas estão inseridas, impedindo a situação extrema de feminicídio”, ressaltou.

Campanha

A campanha “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência contra as Mulheres” é uma mobilização anual praticada simultaneamente por diversos atores da sociedade civil e dos poderes públicos. Desde sua primeira edição, em 1991, já conquistou a adesão de cerca de 160 países.

Mundialmente, o movimento se inicia no dia 25 de novembro, Dia Internacional de Não Violência contra a Mulher, e se estende até o dia 10 de dezembro, quando é celebrado o Dia Internacional dos Direitos Humanos.

No Espírito Santo, a mobilização anual reúne diversos setores públicos e organizações no enfrentamento da violência.

Confira abaixo a programação da Secretaria de Direitos Humanos (SEDH) para os “16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres”.

Por Letícia Passos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.