Espírito Santo oferece 4.500 oportunidades para quem se interessar em tirar CNH Social

O programa tem o objetivo de proporcionar formação e qualificação para condutores de veículos visando ao ingresso no mercado de trabalho | Foto: Secom/ES

Estão abertas as inscrições para que moradores de todo o Espírito Santo possam concorrer às 4.500 oportunidades de conquistar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Na manhã desta segunda-feira (28), o governador do Estado, Renato Casagrande, lançou a 2ª fase do programa CNH Social, desenvolvido pelo Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES).

A solenidade restrita foi realizada no Palácio Anchieta, em Vitória, e contou com a presença da vice-governadora Jaqueline Moraes e do diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira.

O programa tem o objetivo de proporcionar formação e qualificação para condutores de veículos visando ao ingresso no mercado de trabalho. As 4.500 vagas são para candidatos à Primeira Habilitação nas categorias A (moto) ou B (carro), para condutores já habilitados que querem fazer a mudança de categoria para D (van, micro-ônibus, ônibus) ou E (caminhão e carreta) e para a adição de categoria A ou B.

As inscrições devem ser feitas, exclusivamente, no site www.detran.es.gov.br, sem precisar sair de casa, até as 23h59 do dia 07 de outubro. Para isso, é necessário que o interessado esteja registrado no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), com os dados atualizados nos últimos 24 meses até o dia 14 de agosto de 2020.

O governador Renato Casagrande citou a importância dessa ação que gera mais oportunidades aos capixabas e lembrou da responsabilidade no trânsito.

“O Detran não parou um só minuto durante a pandemia. Isso mostra respeito pela sociedade capixaba. Os novos motoristas precisam ter muita responsabilidade para usar estas carteiras. A cada dia vemos mais e mais pessoas perdendo a vida, se mutilando. Este ano já ultrapassamos sete mil carteiras e chegaremos a 25 mil. Tirar uma CNH é caro, um valor que muitos não têm essa condição. A carteira pode ajudar a conquistar uma oportunidade e gerar renda. É um programa que, de fato, eu gosto muito, pois tem um viés social e econômico. Vivemos em um País e um Estado muito desigual. Cabe ao Estado ter programas na área social para que possamos transferir riqueza de quem tem para quem mais necessita”, pontuou Casagrande.

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, destacou o papel do programa CNH Social na geração de oportunidades para os capixabas que mais precisam, além de movimentar a economia. “O CNH Social tornou-se uma referência nacional por seu caráter de qualificação profissional a partir de um processo eletrônico transparente, objetivo e que cumpre com os protocolos de saúde para combater a transmissão do novo Coronavírus. Neste ano, a iniciativa investe também em torno de R$7,5 milhões, o que gera renda e emprego também para trabalhadores de autoescolas e clínicas”, asseverou o diretor.

Givaldo Vieira também reforçou que o processo de inscrição e de matrícula dos selecionados é totalmente on-line, no site do Detran|ES. “É importante lembrar que o interessado não precisa sair de casa para concorrer a uma vaga. Caso haja alguma dificuldade, pode pedir ajuda a um familiar ou amigo no processo de inscrição. E, para aqueles que não forem selecionados neste primeiro momento, haverá uma nova chance na chamada única de suplentes em novembro deste ano”, frisou.

A vice-governadora Jaqueline Moraes também celebrou a continuidade do programa mesmo diante da pandemia: “Este importante programa não parou e sabemos que obter a CNH Social e se capacitar nos cursos que estão sendo oferecidos pelo programa proporciona uma oportunidade a mais para conseguir um emprego.”

Requisitos

O candidato precisa ter 18 anos completos no momento da inscrição, residir no Espírito Santo, ter renda familiar de até dois salários mínimos e não estar judicialmente impedido de possuir a CNH.

Serão reservadas 5% das vagas para as pessoas com deficiência, desde que a deficiência informada no cadastro não impeça a obtenção da CNH na forma da legislação de trânsito vigente. Todas as informações inseridas na inscrição pelo candidato devem conferir, precisamente, com as informações do Cadastro Único. O resultado da seleção será informado no dia 13 de outubro, às 12h, também no site do Detran|ES.

Para aqueles candidatos que não forem selecionados nessa lista, haverá uma nova oportunidade de ser contemplado. No dia 16 de novembro, às 12h, será divulgada uma chamada única de suplentes no site do Detran|ES. O objetivo é preencher as vagas remanescentes após desclassificação de candidatos que não respeitarem prazos estabelecidos no processo de Habilitação. No ano passado, 1,2 mil suplentes foram chamados nas duas fases do programa.

Por Assessoria de Comunicação do Governo do ES


Siga A IMPRENSA ONLINE no InstagramFacebookTwitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.


Últimas notícias


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.