Findes visita indústrias de Cachoeiro de Itapemirim e Castelo

A primeira agenda foi a visita à planta da Suzano que está em construção em Cachoeiro de Itapemirim | Foto: Ascom/Findes

Gestão Presente

Representantes da Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes) estiveram nesta terça-feira (27) na Região Sul visitando indústrias de Cachoeiro de Itapemirim e Castelo. As visitas fazem parte do programa “Gestão Presente”, que tem como objetivo visitar regionais e ampliar conexões entre empresas, sindicatos, lideranças e organizações da região. 

Participaram do Gestão Presente a presidente da Findes, Cris Samorini, os vice-presidentes, Eduardo Dalla Mura, e Luiz Almeida, o vice-presidente regional, Ed Martins, o diretor geral da Findes, Roberto Campos, além de outros representantes de Sesi e Senai. 

“Esse programa, o Gestão Presente, é um momento muito importante para aproximar a Findes das indústrias e para compreender melhor as demandas e ver como Sistema pode contribuir”, disse Cris Samorini. 

A primeira agenda foi a visita à planta da Suzano que está em construção em Cachoeiro de Itapemirim. O gerente institucional da empresa, Leonardo Conde, apresentou informações sobre o investimento de R$ 130 milhões na nova planta. Além disso, a empresa pretende produzir até um milhão de rolos de papel higiênico por dia. O grupo Suzano abastece 86 países e emprega mais de 35 mil colaboradores, sendo 15 mil diretos e 20 mil indiretos. 

Na ocasião, Cris Samorini e o diretor da Findes, Roberto Campos, conversaram com representantes da Suzano e ofereceram apoio da Findes por meio do Programa de Desenvolvimento dos Fornecedores (Prodfor). Além disso, foi lembrado que já existe uma parceria entre Suzano e Senai para formação de mão de obra. 

Após, o Gestão Presente foi a Castelo para conhecer a empresa Bramagran do setor de rocha, onde foram recebidos pelo diretor da empresa, Eutemar Venturim. Os representantes da Findes conversaram sobre a parceria entre Senai e Bramagran com o programa de qualificação específico para o setor de rochas. Roberto ainda ressaltou que o setor de rochas pode contar com Sesi, Senai e também com IEL para apoiar na gestão empresarial do setor. 

Sobre o curso “Corte e Acabamento de Rochas Ornamentais” 

O curso tem escopo de preparação de mão de obra qualificada para o setor de rochas. Serão desenvolvidas habilidades de corte, acabamento, polimento e resinagem, além do conhecimento básico em geologia, meio ambiente e projetos sob medida. 

A iniciativa de desenvolver esta aprendizagem surgiu da necessidade da indústria de rochas em captar mão-de-obra qualificada. 

Para o ano de 2021, o Senai está ofertando 40 vagas com previsão de início em fevereiro. 

Sobre o projeto do “Atenuador de Ruídos” 

O projeto é setorial e está voltado para a área de rochas. Na primeira etapa, que é a atual, se realiza um diagnóstico de prospecção tecnológica para entender qual o equipamento do “Atenuado de Ruídos”. 

O diagnóstico é realizado pelo Sesi, que busca entender o cenário, o nível de ruídos e o processo de funcionamento das máquinas. 

O que é o “Gestão Presente”? 

Gestão Presente é o novo projeto da Findes para a realização de visitas às unidades em todo o ES a fim de ampliar a conexão entre empresas, sindicatos, lideranças e organizações em cada região. 

O Gestão Presente trabalhará em três eixos: político-institucional, atuando fortemente da defesa de interesses da indústria; negócios, com foco em ampliar estratégias e oportunidades de investimentos; e desenvolvimento de pessoas, reforçando os valores organizacionais junto aos colaboradores da Findes e suas entidades (Cindes, Sesi, Senai, IEL e Ideies). 

Por Raianne Trevelin


Siga A IMPRENSA ONLINE no InstagramFacebookTwitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.


Últimas notícias


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.