Deputado Rafael Favatto demonstra preocupado com aumento de casos de feminicídio no Espírito Santo

De acordo com o relatório, de janeiro a outubro deste ano 81 mulheres foram assassinadas no estado | Foto: Ellen Campanharo

O deputado Dr. Rafael Favatto (Patri) comentou sobre os dados divulgados pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) sobre mulheres assassinadas no Espírito Santo. De acordo com o relatório, de janeiro a outubro deste ano 81 mulheres foram assassinadas no estado. Dessas, 18 (22%) foram vítimas de feminicídio. Em 73% dos casos os autores dos crimes foram os companheiros. “O aumento foi de 14,1%, se comparado ao mesmo período de 2019, sendo que a região Serrana é a mais preocupante, pois teve um aumento de 800% nos crimes contra as mulheres”, observou.

“Volto nesse assunto porque precisamos alertar e nos unir contra essa violência que não para de crescer. Mesmo com a lei Maria da Penha, o feminicídio não para de aumentar. Até quando vamos ter que conviver com isso?”,  indagou. O deputado falou ainda sobre a importância de denunciar casos e deixou um recado para as mulheres que estavam assistindo à sessão: “se você sofre violência e está me vendo agora, eu entendo o seu medo. Mas é preciso deixá-lo de lado e ir em frente, encher o peito e ter orgulho de vocês e denunciarem a agressão sofrida”.

Por Luciana Wernersbach


Siga A IMPRENSA ONLINE no InstagramFacebookTwitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.


Últimas notícias


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.