Presidente da CNA participa da abertura da Semana Internacional do Café 2020

O evento, totalmente online, acontece até sexta (20) e traz uma série de atividades | Foto: Reprodução

O presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), João Martins, participou da abertura da Semana Internacional do Café 2020, na quarta (18).

O evento, totalmente online, acontece até sexta (20) e traz uma série de atividades, como palestras, cursos, workshops, seminários, degustações e competições de baristas, além de oportunidades de negócios.

Em seu discurso, Martins afirmou que a cafeicultura brasileira enfrenta a pior estiagem dos últimos 20 anos, intensificada pelas altas temperaturas.

“Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rondônia são os estados produtores mais afetados. Embora ainda seja cedo para se quantificar as perdas para a safra 2021, os danos e perda de produtividade para a próxima safra brasileira são reais e irreversíveis”, disse.

Segundo o presidente da CNA, a Comissão Nacional do Café da CNA pleiteou R$ 160 milhões em recursos do Fundo de Defesa da Economia Cafeeira (Funcafé), que serão destinados à recuperação de cafezais danificados pelas intempéries climáticas.

Joao Martins disse ainda que mesmo diante da situação, os cafeicultores brasileiros demonstraram a sua capacidade de reação. “Temos certeza que esse esforço será revertido em ganhos para todo o setor”, destacou.

Já o presidente do Sistema Faemg/Senar e primeiro vice-presidente da CNA, Roberto Simões, disse que nesta edição, o evento traz para o debate temas importantes, como sustentabilidade, tecnologia, inovação e agregação de valor.

Durante a abertura, Simões informou que no próximo ano será inaugurado o Centro de Excelência em Cafeicultura, no município de Varginha (MG). “Vamos irradiar conhecimento, tecnologia e inovação para todo o Brasil e quem sabe para o mundo”.

Em sua fala, a ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Tereza Cristina, destacou que o Brasil é o maior produtor e exportador de café do mundo. “A nossa cafeicultura é sustentável e de excelência. Cada consumidor no mundo bebe três xícaras por dia e uma delas vem do Brasil”.

A cerimônia de abertura também contou com a participação online do presidente do Sebrae Nacional, Carlos Melles, do sócio fundador e diretor da Café Editora, Caio Alonso Fontes, da secretária de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Ana Maria Valentini, da diretora de cafés da Nestlé, Raquel Muller, do governador de Minas Gerais, Romeu Zema, e do presidente da Sistema OCEMG, Ronaldo Scucato.

A Semana Internacional do Café é realizada desde 2013, em Belo Horizonte. É o maior evento da cafeicultura brasileira e uma das quatro maiores feiras de café do mundo. Em 2019, o evento recebeu 23 mil visitantes e movimentou mais de R$ 50 milhões em negócios.

Por Assessoria de Comunicação CNA


Siga A IMPRENSA ONLINE no InstagramFacebookTwitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.


Últimas notícias


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.