Bandes libera primeira parcela de recursos do Fundo Renova Saneamento

Municípios capixabas da bacia do Rio Doce receberão R$ 126 milhões para tratamento de esgoto e resíduos sólidos. Fotos: Bandes.

Colatina recebeu a primeira parcela da liberação de recursos do Fundo Renova Saneamento. Os recursos chegaram ao município por meio do Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes) como contrapartida aos danos causados pelo rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG). O valor, de pouco mais de R$ 260 mil, liberado pelo Bandes na primeira semana de agosto, servirá para completar a obra da Estação de Tratamento de Esgoto da Sede de Colatina – Barbados.

O montante foi depositado na conta do município após análise e verificação de toda a documentação legal e da comprovação da aplicação dos recursos pela equipe técnica do banco. O repasse por meio do Bandes visa garantir a efetiva aplicação dos recursos em projetos e obras de esgotamento sanitário e disposição final de resíduos sólidos. O recurso será liberado em parcelas e se dará de acordo com o cronograma físico-financeiro e aprovação prévia das medições e prestação de contas.

O valor e as obras fazem parte das medidas compensatórias que a Renova, responsável pela recuperação dos impactos do rompimento da barragem, se comprometeu a desenvolver. O Bandes é o agente financeiro contratado pela Fundação para gerenciamento dos recursos e acompanhamento das obras de esgotamento sanitário, que devem ser feitas pelos municípios de Baixo Guandu, Colatina, Linhares e Marilândia, que integram a bacia do Rio Doce, e também do projeto de destinação dos resíduos sólidos que será feito em conjunto.

O tratamento e a destinação de resíduos são fundamentais para a revitalização da bacia. As cidades receberão os valores conforme a execução do cronograma físico-financeiro e aprovação prévia dos projetos executivos e comprovações contábeis.

Os municípios vão receber aproximadamente R$ 126 milhões para projetos de saneamento de esgoto e destinação adequada de resíduos sólidos. O recurso será repassado pela Fundação Renova, por meio do Bandes, ao Consórcio Público para o Tratamento e Destinação Final Adequada de Resíduos Sólidos da Região Doce Oeste do Estado do Espírito Santo (Condoeste).

Estação de Tratamento de Esgoto Sede Colatina – ETE Barbados

Sets of cooling towers in data center building.

A obra de Complementação da Estação de Tratamento de Esgoto Sede Colatina – Barbados é um dos projetos beneficiados com recursos do Fundo Renova Saneamento, num valor total de R$ 2 milhões. Após sua conclusão, a ETE beneficiará mais de 125 mil habitantes de Colatina.

A ETE Barbados é constituída por: pré-tratamento (gradeamento e desarenação), urbanização, interligações do sistema, caixa de fluxo 01, 03 reatores anaeróbios, caixa de fluxo 02, leitos de secagem, recirculação de percolado, tanque de contato, tanques de hipoclorito, sistema de água e utilidades, sistema de drenagem e instalações elétricas.

Por Bárbara Deps Bonato- Wilson Igreja Campos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.