Renato Casagrande investe em programas e ações de fomento à inovação

Também foi anunciada a relação de editais de fomento à pesquisa e à inovação para este ano. Fotos: Hélio Filho.

O Governo do Espírito Santo anunciou, na manhã desta terça-feira (10), um conjunto de investimentos na área da inovação. Durante o evento realizado no Palácio Anchieta, em Vitória, o governador Renato Casagrande lançou o programa ‘ES Inovador’ e o Manifesto da Inovação. Também foi anunciada a relação de editais de fomento à pesquisa e à inovação para este ano. O investimento somente para os editais é de mais de R$ 79 milhões em recursos estaduais e fruto de parcerias.

Na ocasião, foram abertas as inscrições para o Programa Centelha, que é promovido pelo Governo Federal em vários estados. A iniciativa oferece capacitações, recursos financeiros e suporte para transformar ideias inovadoras em negócios de sucesso.

O governador Casagrande afirmou que o objetivo das ações é a promoção do ambiente de inovação no Espírito Santo. “Não apresentamos um projeto de Governo, mas sim um programa de Estado que envolve outros atores. Queremos que todos estejam envolvidos, pois todos têm um papel a cumprir. Na hora que a gente assina esses editais, estamos aportando recursos públicos em inovação. Nós aqui no Espírito Santo temos uma gestão fiscal responsável, em que podemos aportar R$ 79 milhões em ciência, pesquisa, tecnologia e inovação”, afirmou.

Em contraponto aos investimentos do Governo do Estado, Casagrande lamentou a diminuição de recursos em âmbito nacional. “Enquanto o Governo Federal retira dinheiro de pesquisa, a gente aporta. Isso é um diferencial do nosso Estado. Queremos que o Espírito Santo todo tenha um ambiente de inovação. Inovar para que possamos mudar de patamar na prestação dos serviços públicos. A sociedade tem pressa e está mais exigente. Temos que ser mais rápidos, eficientes e com menor custo”, enfatizou o governador.

As ações apresentadas são resultado do trabalho das Secretarias de Estado de  Governo (SEG); de Desenvolvimento (Sedes); da Ciência, Tecnologia, Inovação e Educação Profissional (Secti); além da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes) – autarquia vinculada à Secti.

“Quando um governo investe em questões relacionadas à pesquisa, à busca de conhecimento e, principalmente, à inovação, é uma visão de alguém que está preocupado com o presente, mas também com o futuro não só do Estado, mas dessa nação. Então, eu acho que o que nós estamos fazendo é uma tentativa de reduzir os impactos das ações que têm sido feitas nessa área através da busca de um Estado mais forte por meio da inovação”, afirmou a secretária da Ciência e Tecnologia, Cristina Engel.

Também estiveram presentes a vice-governadora, Jaqueline Moares; os secretários Tyago Hoffman (Governo); Álvaro Duboc (Planejamento); Paulo Foletto (Agricultura); Marcos Navarro (Desenvolvimento); Fabrício Noronha (Cultura); Lenise Loureiro (Gestão e Recursos Humanos); Dorval Uliana (Turismo) e os diretores de Órgãos, José Elias do Nascimento Marçal (IPAJM); Alberto Gavini (Aderes); Fabiano Araújo (Fames); Luiz Paulo Velloso Lucas (IJSN); Madalena Santana (Diário Oficial); e Heber Rezende (ES Gás).

Com informações da Assessoria de Comunicação do Governo do ES.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.