Choro Cantado será apresentado gratuitamente em Vitória

A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados na bilheteria do espaço cultural. Foto: Secult/Divulgação.

Os cantores Gardenia Marques e Jackson Leão sobem ao palco do Palácio da Cultura Sônia Cabral, em Vitória, acompanhados dos músicos Vinícius Piê, Magno 7 Cordas, Thiago Pedrolli, Marcus Bacalhau e Kakalo Ribeiro. O show “Choro Cantado” será apresentado nesta quarta-feira (25), às 20 horas. O projeto foi contemplado no Edital da Secult e será a primeira vez que o espetáculo, com tradução em libras, vai ser apresentado na Capital. A entrada é gratuita e os ingressos devem ser retirados na bilheteria do espaço cultural.

O chorinho é um gênero musical genuinamente brasileiro e o projeto “Choro Cantado” surge com o objetivo de mostrar aspectos da sua história e apresentar ao público canções que ganharam letras, inclusive, de parceiros que nem se conheceram ou mesmo viveram a mesma época.

No repertório do show, canções de “chorões” assumidos como Sérgio Sampaio e Maurício de Oliveira. O clima de nostalgia também estará garantido com os figurinos criados exclusivamente para os artistas, por Dayse Maciel, inspirados nos anos 20, quando se deu o auge do gênero musical.

Convidados especiais

O show terá dois convidados especiais: Rogerinho do Cavaco, que vai presentear o público com a canção “Choro da Recordação”, uma belíssima homenagem aos grandes nomes do choro, composta por ele em parceria com Pedro Pesquisa e Jackson Leão, que no palco vai dançar, cantar e atuar.

“Pretendemos com essa experiência instigar o interesse e tentar resguardar a história e divulgar às novas gerações um pouco deste gênero tão mundialmente conhecido como uma identidade musical brasileira mas que, infelizmente, é cada dia menos explorado no Espírito Santo e no Brasil”, diz Gardenia Marques, idealizadora do projeto.

Sobre o Choro

Gênero musical cheio de brasilidade, o choro tem a marca da urbanidade, nasceu com os primeiros conjuntos que apareceram na década de 70 do século XIX nos subúrbios cariocas. Entre as possíveis origens da palavra “choro”, uma das versões conhecidas é a fusão entre “choro”, do verbo chorar, e “chorus”, que em latim significa “coro”. Há pesquisadores também que creditam a expressão à maneira chorosa como era tocado no começo de sua história.

Serviço

Espetáculo Choro Cantado, com Gardenia Marques (voz), Vinícius Piê (violão 6), Magno 7 Cordas (violão 7), Thiago Pedrolli (cavaquinho e bandolim), Marcus Bacalhau (pandeiro) e Kakalo Ribeiro (flautas e sax). Convidados: Jackson Leão e Rogerinho do Cavaco

Data: 25/9 (quarta-feira); Horário: às 20h; Local: Palácio da Cultura Sônia Cabral (Praça João Clímaco, s/n – Centro, Vitória). Entrada gratuita. Retirada dos ingressos na bilheteria do Palácio da Cultura Sônia Cabral. Classificação livre.

Por Márcia Almeida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.