Entidades e empresas do sul do ES ganham apoio estratégico do Peiex-ES

Atendimento in loco, participação em eventos e reuniões com entidades municipais são algumas das medidas adotadas pelas técnicas extensionistas Isabela Spadetti e Mirella Fávero para ampliar a divulgação do Programa de Qualificação para Exportação (Peiex-ES) na região sul do Espírito Santo. O programa é desenvolvido em parceria entre a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento (Sedes) e a Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Espírito Santo (Fapes).

As técnicas extensionistas atuam no Polo do Peiex-ES em Cachoeiro de Itapemirim e buscam diversificar o perfil das empresas atendidas neste segundo ciclo do programa. Recentemente, elas participaram de uma reunião com representantes da Secretaria de Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim. Na oportunidade, acompanhadas pelo monitor do Peiex-ES, Francisco Ramaldes, elas abordaram as perspectivas do programa para o Sul do Estado.

“Esse tipo de contato com as entidades locais é importante tanto para maior divulgação do Peiex-ES, quanto para a o desenvolvimento de novas parcerias. A região sul do Estado é conhecida pela exportação de rochas, mas queremos ampliar as oportunidades para as empresas de outros setores que também têm grande potencial. Estamos confiantes que, com o apoio das entidades locais, os resultados possam surgir ainda mais rapidamente”, comenta a técnica extensionista Isabela Spadetti.

Mirella Fávero comemora a proximidade estabelecida com as diferentes empresas da região. “Esses encontros com lideranças da região são importantes para o fomento à possíveis parcerias. A partir deles, já conseguimos nos reunir com representantes de empresas de cachaça, sorvetes, suplementos para animais e são empreendimentos com grande potencial para a exportação. Temos certeza que estamos no caminho certo e que faremos um bom trabalho”, diz.

O Peiex-ES conta com oito técnicos extensionistas, sendo quatro localizados no Núcleo Operacional instalado na Capital, responsáveis por atender a Grande Vitória e os municípios vizinhos. Uma equipe de dois técnicos atua na região sul, atendendo Cachoeiro de Itapemirim e as demais cidades num raio de 120km; enquanto uma dupla que atua no norte do Estado realiza o mesmo atendimento a partir do polo de Linhares. O programa conta ainda com quatro extensionistas juniores e um monitor responsável pela condução dos trabalhos de toda a equipe.

Por Andreia Foeger e Cintia Dias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.