Diversificação de fontes de recursos do Bandes amplia a atuação em projetos estratégicos

No ultimo ano, o banco investiu R$ 35,5 milhões, em operações de crédito com recursos próprios, em empreendimentos com maior impacto na economia capixaba.

Um dos principais instrumentos de execução de política de investimentos e de desenvolvimento socioeconômico capixaba é o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo (Bandes). Para cumprir este papel, o banco fornece recursos financeiros para o financiamento, a médio e longo prazos, de programas e projetos capazes de estruturar ações para potencializar diferentes atividades econômicas e o desenvolvimento regionalmente equilibrado no Estado.

No último ano, com a estruturação de novos setores e a adoção de uma nova postura comercial e estratégica com o objetivo de alcançar maior eficiência dos serviços prestados à sociedade capixaba, o Bandes aumentou, em termos percentuais, o volume de recursos próprios investidos em projetos de financiamento. Em 2019, o banco investiu R$ 35,5 milhões em operações de crédito, com recursos próprios, em empreendimentos com maior impacto na economia capixaba.

Com fontes de recursos diversificadas e um trabalho de orientação ao crédito produtivo, o Bandes tem buscado cada vez mais contribuir para viabilizar empreendimentos estratégicos para o desenvolvimento do Espírito Santo. Por isso, o banco tem fortalecido sua atuação no interior, disponibilizando soluções financeiras para investimentos produtivos, por meio de linhas de crédito e programas de fomento transversais.

O Bandes tem mobilizado um conjunto de iniciativas integradas envolvendo os mais diversos atores sociais, econômicos e políticos, com o objetivo de reforçar a dinâmica econômica do interior, com foco nas vocações e especializações regionais.

A mudança de postura significa menor dependência de fontes de recursos externos e maior autonomia na aplicação do crédito produtivo. Com estas ações, o Bandes estimula diversos tipos de atividades produtivas para as pequenas e médias empresas, contribuindo para a melhoria da competitividade da economia local.

Como fontes de recursos para promover estas atividades produtivas, o Banco de Desenvolvimento do Espírito Santo atua com recursos próprios e com recursos de terceiros. A instituição é, por exemplo, agente credenciado repassador de recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e repassador exclusivo do Inovacred, que tem os recursos originados da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep). Além disso, o Bandes é gestor de diversos fundos de desenvolvimento, como o Fundo de Desenvolvimento das Atividades Portuárias (Fundap) e do Fundo de Desenvolvimento do Espírito Santo (Fundes).

Com estes recursos, o banco tem à disposição atendimento especializado para os empresários, tanto para contratação do crédito tradicional quanto para orientação sobre os processos de seleção dos Fundos de Investimentos em Participações (FIPs), com técnicos da própria instituição. Este segundo produto possibilita ao empreendedor fomentar o desenvolvimento de soluções em tecnologia, por meio de startups e empresas focadas em pesquisa e inovação.

Por Bárbara Deps Bonato e Wilson Igreja Campos

AGRONEGÓCIOS CIDADES Cultura DIREITO & JUSTIÇA Economia Geral Internacional NOTÍCIAS OPINIÃO OPORTUNIDADES Política

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *