Guerino Zanon e secretário de Saúde se reúnem com vereadores de Linhares para apresentar ações de prevenção ao coronavírus

O encontrou aconteceu na sede da Faculdade Pública de Linhares (Faceli). Foto: Felipe Reis

O prefeito Guerino Zanon, o secretário de Saúde, Saulo Rodrigues Meireles, e a Diretora de Vigilância Epidemeiológica, Jackelene Ramos, estiveram reunidos com os vereadores de Linhares, município da região norte do Espírito Santo, para mostrar o que a Prefeitura está fazendo em relação a epidemia do novo coronavírus, o Covid-19. Eles também tiraram dúvidas dos parlamentares sobre as formas de prevenção, políticas públicas em relação ao coronavírus. O encontrou aconteceu na sede da Faculdade Pública de Linhares (Faceli).

O prefeito de Linhares lembrou que o primeiro caso do coronavírus em Linhares foi confirmado na tarde do último sábado (14), e menos de 24 horas depois, uma série de medidas foram tomadas, como a suspensão das aulas em toda a rede municipal de ensino e na Faculdade de Ensino Superior de Linhares (Faceli).

Antes ainda da confirmação do caso, o prefeito lembrou que o Município já havia instalado um Comitê de Enfrentamento à doença composta por funcionários da secretaria municipal de Saúde, dos hospitaios HGL, Rio Doce e Unimed. Ele pontuou a importância da participação dos veradores neste momento de união contra o vírus do novo coronavírus.

“Na medida que fomos informados desta situação, no dia seguinte, nossas equipes de governo já estavam reunidas e iniciamos uma série de medidas, ações e encontros com todos os segmentos da economia para que abraçassem conosco esta luta contra o coronavírus. A resposta está sendo positiva e os moradores estão atendendo as nossas recomendações”, destacou o prefeito Guerino Zanon.

Ele exemplificou que o prefeito Geraldo Julio (PSB) criou, na primeira gestão, a Secretaria de Executiva de Vigilância à Saúde, “que faz uma busca diária de informações sobre epidemias e surtos em todo o mundo”. A vereadora Michele Collins (PP) e os vereadores Eriberto Rafael (PTC), Renato Antunes (PSC), Rinaldo Júnior (PSB) e Ivan Moraes (PSOL) tiraram dúvidas com o secretário de Saúde. Ivan fez perguntas que já tinha enviado, através de ofício do gabinete para a Secretaria de Saúde.

Os vereadores quiseram saber se a Prefeitura trabalha com uma alguma data que considera ser o pico da epidemia do novo coronavírus na cidade. A diretora da Vigilância Epidemiológica, Jackelene Ramos, respondeu que as equipes de saúde estão atentas a progressão da doença e monitoram todos os casos suspeitos, de acordo com o protocolo do Ministério da Saúde.

Ela destacou ainda que as 35 unidades de saúde estão preparadas para receber os pacientes com sintomas do coronavírus e pontuou que apenas os casos mais graves são direcionados aos hospitais da cidade, para cuidados específicos.

“Acreditamos que, com as medidas que estamos tomando, vamos ganhar mais uma semana, mais 15 dias ou, quem sabe, mais um mês no controle dos nossos números. Cada dia que ganharmos nessa luta é importante porque continuamos preparando as formas de enfrentamento”, disse Jackelene.

Por Paola Nali 

AGRONEGÓCIOS CIDADES Cultura DIREITO & JUSTIÇA Economia Geral Internacional NOTÍCIAS OPINIÃO OPORTUNIDADES Política

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *