Prefeitos participam de videoconferência para debater medidas voltadas para o Covid-19

Representantes, entre prefeitos e secretários municipais de 74 municípios capixabas, participaram da videoconferência. Foto: Ascom/PMNV/ES

Na manhã desta segunda-feira (30), prefeitos de várias cidades do Espírito Santo participaram de uma videoconferência dirigida pela Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), onde foram discutidas medidas que serão adotadas para o enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19) em relação a saúde, assistência social e economia.

Representantes, entre prefeitos e secretários municipais de 74 municípios capixabas, participaram da videoconferência, entre eles o presidente da Amunes, prefeito de Viana Gilson Daniel, e o vice-presidente e prefeito de Nova Venécia, Lubiana Barrigueira.

Para participar da reunião, foi montada uma estrutura no 2º Batalhão de Nova Venécia. Na ocasião, Gilson Daniel afirmou que as “medidas tomadas pelo Governo do Estado, juntamente com os municípios, têm o objetivo de salvar vidas, ajudar os mais necessitados e impedir uma crise econômica ainda maior”.

Entre as ações apresentadas pelo grupo está um recurso de R$ 3,1 milhões a ser distribuído pelo Governo do Estado aos municípios para destinar à Assistência Social. Outras questões debatidas foram em torno de orientações para obtenção de testes rápidos para COVID-19, doação de cloro aos municípios para higienização de pontos estratégicos, levantamentos de feirantes e trabalhadores cadastrados pelas prefeituras, juntamente com as famílias cadastradas no CADúnico, para obtenção de recursos junto ao Governo Federal, entre outras medidas.

Para participar da reunião, foi montada uma estrutura no 2º Batalhão de Nova Venécia. Foto: Ascom/PMNV/ES

A Amunes também anunciou que está junto com o Governo do Estado pela captação de cestas básicas para serem doadas as famílias de cada município.

O governo pretende lançar um novo decreto com medidas e orientações sobre o comércio, com mudanças de horários de funcionamento, medidas restritivas que devem entrar em vigência na próxima segunda-feira (06).

Ao final, os prefeitos tiveram a oportunidade de pontuar as necessidades de cada município e assim traçar as melhores estratégias para este momento de pandemia.

Em suas falas, o vice-presidente da Amunes, prefeito veneciano Lubiana Barrigueira, pediu o apoio dos prefeitos e da Amunes em questões relacionadas ao funcionamento de feiras livres, parcelamento do INSS e os critérios de saúde na contratação de trabalhadores para a colheita do café. “Precisamos do apoio para sabermos como lidar em relação aos produtores, a contratação de mão de obra para a colheita do café que já começa em abril. Queremos ações que visem o recolhimento e parcelamento do INSS em nosso município e uma readequação para que os trabalhadores de feiras livres possam atuar de forma ordenada e com distanciamento para evitar aglomerações, diminuindo a perda de produtos e mantendo a renda da família”, disse.

Também estiveram presentes na videoconferência por Nova Venécia os secretários Edson Marquiori (Planejamento), Felipe Barbosa (Saúde), Adalto Ezídio (Finanças), Gean Merlin (Procurador Jurídico), Renato Pazito (Coordenador de Governo) e o Ten. Cel. Dal Col (Comandante do 2º Batalhão de Polícia Militar).

Com informações da Ascom/PMNV/ES

AGRONEGÓCIOS CIDADES Cultura DIREITO & JUSTIÇA Economia Geral Internacional NOTÍCIAS OPINIÃO OPORTUNIDADES Política

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *